Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Docência do Ensino Superior

por erdemlipolis, em 09.02.17

Docência do Ensino Superior

 

   O ensino superior é um dos níveis escolares posterior ao ensino médio, previsto no Sistema de Ensino Brasileiro. Ser um educador desse nível, requer saberes pedagógicos aflorados, tendo conhecimento amplo sobre a disciplina que leciona, estando sempre “antenado” às novas leituras e métodos de ensinagem, não se esquecendo de manter uma relação interpessoal positiva com os graduandos.

    No Sistema de Ensino Brasileiro, segundo a   Lei Federal  Nº 9.394/1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, os níveis escolares classificam-se em: Educação Básica (Educação Infantil), Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos, Ensino Técnico e Ensino Superior.

     O profissional em docência do ensino superior, além de ter sua formação acadêmica comum a todos, deve ter conhecimento amplo sobre a disciplina que lecionará e de preferência que ele tenha uma identificação com essa disciplina (competências e habilidades específicas), pois como afirma Massetto (1998), “a docência nas universidades e faculdades isoladas precisa ser encarada de forma profissional, e não amadoristicamente”.

     A arte de ensinar à alunos de um curso superior não é para qualquer um, porque exige do docente a constante procura por novos conhecimentos e saberes (formação continuada); deve estar sempre ligado aos novos conhecimentos e às novas tecnologias inerentes a sua disciplina, sendo o docente considerado como um eterno “aluno”. Para Libâneo (1998) os momentos de formação continuada levam os professores a uma ação reflexiva. Depois de uma aula ministrada, o docente pode realizar um feedback pedagógico, levantando os pontos positivos e/ou negativos e os momentos importantes daquela aula, para que nas próximas exposições a aula seja sempre melhor do que foi as aulas anteriores.

    Para o docente de ensino superior, é de suma importância manter uma relação interpessoal positiva com os discentes, pois facilita a aprendizagem por parte do aluno e este tende a gostar da disciplina. Mas, a relação entre os discentes deve ter limites. O professor deve se impor e mostrar sua liderança, sempre respeitando as diversidades e características pessoais de cada discente e nunca deve mostrar enfado, ajudando a todos da turma, sem parcialidade, com total esmero. Com certeza essa relação harmoniosa trará bons frutos para o futuro, não só dos alunos, mas do próprio docente.

     A educação brasileira é dividida em níveis escolares, entre elas o ensino superior, no qual o docente deste nível deve ter competências e habilidades para aplicação dos conteúdos pedagógicos da sua disciplina, se preocupando este profissional em estar sempre se aperfeiçoando e se atualizando em relação aos conhecimentos específicos da sua área, não se esquecendo de conservar um relacionamento amigável e harmonioso com o seu público.          

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

LIBÂNEO, J. C. Adeus professor, adeus professora? – novas exigências educacionais e profissão docente. São Paulo: Cortez, 1998

 

MASETTO, M.T. (Org.). Docência na Universidade . Campinas: Papirus, 1998.

 

 

Artigo criado para prova na UEG.

José Carlos Costa Bezerra

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:11



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D